quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Alice


Vejo cores perfumadas,
Sinto o toque da alegria,
O som do abraço da manhã de um  novo dia que nasce
E o gosto doce do nosso lar!

Não sei se vivo?
Ou se sonho?
Se sou real?
Ou uma ilusão?

Mas...
O que torna a ilusão menos que o real?
Dirijo meu corpo ou meu carro,
A-final?

Como Alice,
Encantada
Por encontrar um lugar para viver seu sonho
E transformar ilusão em realidade!

3 comentários:

R.Vinicius disse...

Por vezes a ilusão é uma realidade a quem vive e muito melhor que a nossa realidade que pode ser concreta ou abstrata. Gosto do Livro Alice no país das maravilhas. É um ótimo Livro, junto com Alice e o país dos espelhos.

Abraço,

R.Vinicius

Nathália disse...

Sou antenada em poesia (não por acaso, trabalho como assistente editorial do poeta Ulisses Tavares, conhece?), visitei seu blog e gostei muito.

Olha, se puder, dá um toque para seus blogueiros e amigos olharem o site que gerencio:

www.ulissestavares.com.br

Sempre tem poesia nova lá e os visitantes concorrem a um livro autografado toda semana.

Sem burocracia e sem despesa alguma. Basta clicar no site, enviar um e-mail e concorrer.

Grande beijo e continue no caminho da poesia que o mundo precisa disso,

Adriano Melo disse...

Você é minha Alice preferida... estou com saudade...beijos do seu filho postiço