quinta-feira, 8 de maio de 2008

Onde é que há gente no mundo?

Somente Pessoa poderia ter sido vil e assumido! Nós, seres humanos, não temos humildade nem Humanidade para isto!

Nós nunca erramos,
Jamais nos desesperamos,
Somos sempre benévolos e pacientes!
E nunca, em hipótese nenhuma, seriamos capazes da vileza de julgar os outros!

Quanta desumanidade! Que má pessoa faria isso?!
Talvez um criminoso?
Somos apenas preocupados e cuidadosos!

- E a voz do outro?
- Outro?
- Que outro?

Um comentário:

José Rodrigues (JR.) disse...

Olá Marina, obrigado pela visita e pelo comentário no Experimentando Versos. eu também já coloquei o link do Equilíbrio Dinâmico nos meus "Blogos Amigos".
falar do humano é mais complicado do que muitas vezes pode parecer. mais dificil ainda é falar do não-humano, daquilo ou daqueles que nos escapam ou que nos aparecem como estranhos e desconhecidos. Afinal, quem é outro? por que ele nos ameaça? por que ele nos coloca contra a parede? saber quem é o outro implica fundamentalmente que sejamos capazes de saber também o quem somos ou nos perguntarmos sobre o outro em nós... enfim, meras palavras...

um abraço,